Arcebispo institui e renova investidura de ministros na Paróquia Divino Espírito Santo

0
485
No dia em que a Igreja convida a venerar a família de Nazaré, o filho de Deus que assume uma família e deve ser adorado junto com Maria e José, o arcebispo de Manaus realizou o envio e renovação de cerca de 90 ministros da Sagrada Comunhão, da Palavra e da Consolação. A solenidade aconteceu na Paróquia Divino Espírito Santo e foi concelebrada pelo pároco padre Ronaldo Araújo e pelo vigário Leonardo Santos e contou com a presença de pessoas das comunidades pertencentes a paróquia que lotaram a igreja.
Dom Sérgio fez uma importante reflexão sobre o mandamento de honrar pai e mãe, com tudo o que isso significa, afirmando que é na família que vivemos práticas essenciais como o perdão, o respeito, o cuidado com o outro, e o amor. “Neste dia, a leitura convida todos a uma reflexão sobre o quarto mandamento da lei de Deus que é honrar pai e mãe, afirmando que a família é o lugar onde se perdoa, se ama. Tudo começa com a família. Se quisermos um país melhor, uma igreja melhor, temos que ter famílias melhores, investir nas nossas famílias, é o que diz o Eclesiástico. Esse mandamento é o único que vem acompanhado de uma bênção: Se obedeceres teu pai e tua mãe terás vida longa, será respeitado por seus filhos. Queremos hoje renovar o desejo de termos famílias boas, mesmos com os limites e problemas, pois é na família que vamos viver o Evangelho, que vamos seguir Jesus. Por isso a vida familiar é importante, mesmo que tenhamos que suportar uns aos outros, para viver o mandamento do amor que é o vínculo da paz. Jesus também viveu uma vida familiar com seus pais e parentes em Nazaré, durante a sua vida oculta”, explicou Dom Sérgio, que também pediu a Deus bênçãos sobre todas as famílias.
Após a homilia, realizou o rito de investidura dos novos ministros da Comunhão, da Palavra e Consolação/Enfermos, e a renovação dos que já exerciam o ministério destacando a necessidade de todos viverem uma fé fervorosa que os faça viver e testemunhar o Evangelho que proclamarão, exercendo a caridade fraterna, conforme o mandamento do Senhor. Indagou a todos os candidatos se realmente possuem o desejo de servir visando edificar a Igreja, empenhando-se com o máximo de cuidado e reverência na administração da Eucaristia, o pão da vida, além de dedicarem-se a leitura da Palavra, meditando-a e praticando-a para vivificar outros com a Palavra de Deus, consolando e confortando os enfermos.  Por fim, realizou a benção das vestes e do serviço que prestarão.
Por Ana Paula Gioia Lourenço – Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus
Ministros 004Ministros 005Ministros 002

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here