A banalidade do bem: qual é o seu impossível nesta Quaresma?

0
452

Artista: Sarah Kroger | Música: Impossible Things

A música “Impossible Things”, de Sarah Kroger, traz uma grande mensagem para nós, especialmente em tempo de Quaresma. É um período em que muitos querem fazer o impossível, tentando vencer todos os seus desafios em 40 dias. Dizemos a nós mesmos que faremos sacrifícios heróicos e que permaneceremos firmes neles. Pretendemos crescer em virtude e santidade, de modo que um novo brilho resplandeça em nós.

“Tenho dormido na gruta como Lázaro. Preciso de Ti para arrastar a pedra e chamar o meu nome”

Mas então a vida se apresenta. O dia após dia. Nosso sonho de virtude e santidade é dificultado pela dureza do cotidiano.

A filósofa Hannah Arendt fala da banalidade do mal. Ao comentar o julgamento de Adolf Eichmann, nazista responsável pela deportação em massa de judeus para campos de concentração, ela diz que esperava algum monstro do mal, mas encontrou apenas um homem comum, tomado por nenhum arrependimento ou ódio, mas que apenas se via cumprindo o dever de sua função.

Quem sabe nós pensamos algo parecido sobre o outro lado da moeda: o bem. Ou seja, que os santos são estrondosamente especiais e conseguem grandes milagres que mudam o mundo. Na verdade, podem ser apenas comuns, em seu grande amor.

Quando a dureza do cotidiano se abater sobre nós, que saibamos acolhê-la e canalizá-la. Este seja um sacrifício, por meio do qual o impossível se torne concretude.

Aumente o volume para se inspirar, através da voz de Sarah Kroger, a realizar o impossível na sua vida e na vida dos outros.

Libby Reichert

I’ve been wandering like Moses in the desert
I need you to part the seas and take my hand
Through the stormy waters to the other side

Cuz you do impossible things
You do impossible things
Yeah there’s nothing on earth beyond you

I’ve been sleeping like Lazarus in the darkened cave
I need you to roll the stone and shout my name
Through the darkness into the light of day

Chorus

Oh water to wine
Cycle the blood
You say the word and the dead will rise
Lame walk around
Lost will be found
Because that’s just what you do
Oh God, impossible things

Chorus

Eu estive vagando como Moisés no deserto
Eu preciso de você para parte os mares e pegue minha mão
Através das águas turbulentas para o outro lado

Porque Você faz coisas impossíveis
Você faz coisas impossíveis
Sim, não há nada na terra além do seu alcance

Eu tenho dormido na gruta como Lázaro
Preciso de Ti para arrastar a pedra e chamar o meu nome
Da escuridão para a luz do dia

Refrão

Oh água para o vinho
Ciclo de sangue
Você diz a palavra e os mortos ressuscitam
coxos andam ao redor
Perdidos serão encontrados
Porque isso é apenas o que você faz
Oh, Deus, coisas impossíveis

Refrão

gaea
Sarah Kroger

Sarah Kroger

MINI BIOGRAFIA

Nome: Sarah Kroger

Natural de: Melbourne, FL

Mora em: Atlanta, GA

Álbum: Hallelujah is Our Song

Curiosidade: Falando de coisas impossíveis… Sarah participou uma vez do “Desafio do guarda-roupas”, no qual se limita ao uso de 7 itens de roupa durante um mês, como forma de desprender-se de qualquer excesso. Assim ela tem aprendido e difundido que viver de forma simples permite uma vida mais leve e feliz.
http://www.sarahkroger.com/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here